sexta-feira, 13 de julho de 2012

Síndrome do pato

Os bichos da floresta estavam polvorosos, poisultimamente vinham aparecendo, por aquelas bandas, terríveis caçadores, que matavamquem encontrassem pelo caminho. Certo dia, reuniram-se à margem do lago umpássaro, um peixe, um coelho e um pato, que conversavam sobre o que cada umpoderia fazer, caso aparecesse algum caçador.

Dizia o pássaro: “Ah, se aparecer algum caçador, eu saiovoando como um foguete. Com toda a minha força e habilidade, não tem como eleme acertar, pois ninguém consegue voar mais rápido do que eu.”
O peixe olhou para o pássaro e comentou: “Quanto a mim,se esse tal caçador aparecer, eu mergulho no lago e nado como nunca. Com aminha destreza e velocidade, ninguém nada melhor do que eu.”
O coelho, por sua vez, ponderou: “No meu caso, não tenhonem o que pensar. Corro o mais veloz que puder. Com toda a minha elasticidade eleveza, vocês acham que alguém me alcançaria?”
O pato, demonstrando um certo ar de superioridade, deu umpasso à frente e declarou: “Coitados de vocês, companheiros! Tão limitados! Seaparecer algum caçador, eu não terei problema algum, pois eu sei fazer tudoisso que vocês dizem que fazem: eu nado, corro e vôo.
No momento certo, utilizo qualquer uma dessashabilidades.”
De repente, surge um caçador e, mais que depressa, opássaro voou, o coelho saiu em disparada e o peixe entrou no lago e nadou bemfundo. O pato, porém, foi apanhado. Literalmente, “pagou o pato”. Mesmo tendotodas as habilidades dos demais, não tinha desenvolvido nenhuma com excelência.
É alarmante ter que ressaltar isto, mas diariamenteconvivemos ao lado de profissionais que fazem tudo pela metade, poisdesenvolveram suas habilidades também pela metade – estamos falando daquilo queintitulo “SÍNDROME DO PATO”.
Pessoas que aceitaram o comodismo de fazer as coisas dequalquer jeito e acreditam que podem colher resultados melhores sem uma boadose de esforço.
O que mais me surpreende é que estes mesmos profissionaisreclamam que “não ganham o que merecem”, “não são reconhecidos pelo que fazem”,“são perseguidos pelos seus chefes”, mas daí vem a pergunta: Quais competênciasdesenvolveram nos últimos doze meses? Normalmente nenhuma.
Ou então inúmeras, mas tudo pela metade...
Experimente fazer esta mesma pergunta para você: O que odiferencia dos demais profissionais de sua área? Todos nós sabemos daimportância de sermos multifuncionais, polivalentes, verdadeiros “coringas”, quejogam em todas as posições; entretanto, você só será lembrado se fizer algo tãobem que possa transformá-lo em referência naquilo que faz.

A SÍNDROME DO PATO faz com que este animal seja ummedíocre nadador, voe com dificuldade e corra pior ainda. Esta combinação otransforma em uma presa fácil aos caçadores; e para nós, é um suicídioprofissional.

2 comentários:

  1. Boa noite

    Um salmo, sem motivo específico por ter deixado no seu blogger, mas específico para que leia as Escrituras de Deus.. que sempre fala ao nosso Ser.

    Salmo 5
    1 Dá ouvidos, SENHOR, às minhas palavras e acode ao meu gemido.
    2 Escuta, Rei meu e Deus meu, a minha voz que clama, pois a ti é que imploro.
    3 De manhã, SENHOR, ouves a minha voz; de manhã te apresento a minha oração e fico esperando.
    4 Pois tu não és Deus que se agrade com a iniqüidade, e contigo não subsiste o mal.
    5 Os arrogantes não permanecerão à tua vista; aborreces a todos os que praticam a iniqüidade.
    6 Tu destróis os que proferem mentira; o SENHOR abomina ao sanguinário e ao fraudulento;
    7 porém eu, pela riqueza da tua misericórdia, entrarei na tua casa e me prostrarei diante do teu santo templo, no teu temor.
    8 SENHOR, guia-me na tua justiça, por causa dos meus adversários; endireita diante de mim o teu caminho;
    9 pois não têm eles sinceridade nos seus lábios; o seu íntimo é todo crimes; a sua garganta é sepulcro aberto, e com a língua lisonjeiam.
    10 Declara-os culpados, ó Deus; caiam por seus próprios planos. Rejeita-os por causa de suas muitas transgressões, pois se rebelaram contra ti.
    11 Mas regozijem-se todos os que confiam em ti; folguem de júbilo para sempre, porque tu os defendes; e em ti se gloriem os que amam o teu nome.
    12 Pois tu, SENHOR, abençoas o justo e, como escudo, o cercas da tua benevolência.

    Abraços
    Jesus Cristo te Ama!
    Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.

    ResponderExcluir

Sugestões, Críticas ou Elogios.

Visitantes de todos os lugares

Fernando