quinta-feira, 1 de outubro de 2009

O adiamento das provas do Enem 2009


O adiamento das provas do Enem 2009 pode interferir na realização do vestibular de algumas universidades públicas. Isso porque a nota obtida no exame será usada para compor a média da primeira fase e convocar os candidatos para a segunda etapa. O Ministério da Educação (MEC) informou que as provas deverão ser realizadas em 30 a 45 dias . A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) é uma das instituições que poderão deixar de usar o exame como base. No edital do processo seletivo deste ano, há uma cláusula segundo a qual, se a nota do Enem não for entregue pelo MEC até o dia 30 de novembro, a universidade irá desconsiderá-la, que representaria até 20% da pontuação da primeira fase. A Universidade Estadual Paulista (Unesp) não descarta alterar a data de seu vestibular por conta do adiamento da prova do Enem 2009. A Fundação Vunesp e a Unesp informaram que aguardam a marcação da nova data do exame para se manifestarem sobre eventual mudança no calendário do vestibular 2010. Segundo a Vunesp, 'os candidatos serão informados com a devida antecedência, se houver qualquer alteração'. As inscrições para o vestibular da Unesp terminam nesta sexta - feira. A primeira fase das provas está marcada para o dia 8 de novembro, com 90 questões de múltipla escolha. A segunda fase ocorre nos dias 20 e 21 de dezembro, caso não haja necessidade de mudar a data das provas. A Unifesp informa que o adiamento não afetará o processo seletivo 2010 para os 19 cursos que utilizarão somente a nota do Enem, a instituição seguirá o cronograma que será apresentado pelo MEC. Já para os sete cursos, nos quais a seleção será de forma mista, as datas não estão comprometidas. As provas da segunda fase serão realizadas nos dias 17 e 18 de dezembro de 2009. A divulgação dos resultados do vestibular acontecerá no dia 28 de janeiro de 2010 e a matrícula no dia 9 de fevereiro de 2010. O início das aulas, marcado para março, não sofrerá mudança. No Rio, a Universidade Federal Fluminense (UFF) informa que o cancelamento das provas do Enem 2009, não trará prejuízo para os candidatos inscritos no vestibular 2010. Em nota o reitor Roberto Salles informa que: 'A UFF aguarda, com tranquilidade, o posicionamento do MEC com relação ao novo calendário do Enem'. A universidade vai usar a nota do Enem nas duas fases do processo seletivo. Já a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) se reunirá nesta sexta-feira no gabinete da reitoria para decidir se mudará ou não as regras e as datas de suas provas. Segundo Mônica Conde, coordenadora administrativa do vestibular, a universidade não vai se pronunciar sobre o assunto até o fim da reunião. A Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) atrasará o processo seletivo para o próximo semestre. A instituição é uma das universidades federais que decidiram adotar o exame como forma de ingresso em fase única, substituindo totalmente o vestibular tradicional.

Fonte: Globo

Visitantes de todos os lugares

Fernando