quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Líder do PCC é condenado por morte de juiz

Marcola deverá cumprir pena de 29 anos pela morte de Antônio José Machado Dias

Depois de um julgamento que só terminou no fim da noite desta quarta-feira, um dos líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foi condenado por mandar matar o juiz do município do interior paulista de Presidente Prudente, Antônio José Machado Dias. Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, deverá cumprir uma pena de 29 anos. Os advogados de defesa prometem recorrer.

O julgamento de Marcola começou às 14h10min de ontem, no plenário 4 do Fórum Criminal da Barra Funda, na zona oeste da capital paulista. Sete jurados foram sorteados (seis homens e uma mulher). Cerca de 20 policiais, alguns fardados e outros à paisana, fizeram a segurança do plenário, que ficou completamente lotado por advogados e estudantes de Direito.

Como a defesa já havia anunciado, Marcola não compareceu ao tribunal. Ele enviou uma carta de próprio punho endereçada ao juiz Alberto Anderson Filho, solicitando sua dispensa.

Fonte: Zero Hora

Visitantes de todos os lugares

Fernando